Menu


Informações

A criatividade e a alegria para ensinar aos pequenos no modo digital

21/5/2020 (Publicado há mais de 2 meses)

 

Alunos e pais das Séries Iniciais e da Educação Infantil recebem atenção redobrada dos professores

 

Compreendendo a importância da continuidade do vínculo entre escola e família, assim como a necessária presença da rotina escolar na vida das crianças, as turmas da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Colégio Concórdia de São Leopoldo seguem com as práticas educativas por meio de cronogramas semanais elaborados pelos professores com o apoio da coordenação pedagógica. 

 

Ainda em meados de março, quando o distanciamento social foi indicado como forma de conter a propagação do coronavírus, as equipes diretiva e docente começaram a organizar-se para seguir com o atendimento das crianças de forma não-presencial. Conforme o diretor Nelci Naor Senger, o Colégio já utilizava metodologias ativas voltadas à aprendizagem, assim como fazia uso de plataforma digital nas aulas regulares. “Esse período exigiu de toda equipe uma rápida transformação, reinventando os modos de acompanhar o processo de desenvolvimento dos alunos”, ressalta.

 

A coordenadora pedagógica Carla Kern, descreve que os professores gravaram em vídeo as explicações e orientações didáticas, lançaram mão das videoaulas, imagens e apresentações para ilustrar determinado conteúdo, indicando as atividades no material didático, brincadeiras e jogos, além de aulas on-line.

Cada turma conta, ainda, com uma sala de aula virtual, para interações entre colegas, professores e as famílias. Também garante que os professores possam acompanhar mais de perto as produções dos alunos e, assim, planejar as intervenções mais assertivas neste momento. “A equipe de professores não tem medido esforços para seguir atendendo a todos com a qualidade e carinho”, destaca.

 

Ela explics que na Educação Infantil estão sendo priorizadas propostas lúdicas, recreativas, que estimulam o faz de conta, o brincar e, assim, promover aprendizagens.

Os eixos estruturantes dessas práticas, a brincadeira e as interações, são contempladas em casa, junto às pessoas da família. Nos encontros virtuais, as professoras organizam espaços para o bate-papo com a turminha, contação de histórias, canções, brincadeiras motoras e até a degustação de uma receita gostosa preparada em família, conforme as orientações das “profes”.

 

Nos Anos Iniciais, as atividades são estruturadas com base na escuta e no diálogo constante entre a professora regente, as famílias e os alunos. “Estamos desenvolvendo cronogramas personalizados para cada turma, de acordo com as evidências coletadas junto aos pais, construídos no processo. Cada família vem reorganizando sua rotina a cada nova semana, por isso, a comunicação com a escola é fundamental para que possamos reorientar as rotas de aprendizagem de cada grupo” explica.

 

Reflexões - O pastor capelão, Rubens Ogg, também está gravando uma série de devoções com mensagens e reflexões que possam contribuir para amenizar as angústias das famílias e crianças neste momento.

Esses vídeos são filmados no próprio campus, seja nas salas de aula ou até mesmo nos espaços externos, lugares preferidos pelas turmas dos pequenos para brincar, tais como o bosque e a área da figueira. “Gestos como esse, de amorosidade para com o outro, são ações que entendemos minimizar a saudade que a comunidade sente do colégio”, explica.

 

“Seja no atendimento através de aulas on-line ou na preparação de materiais e atividades, estamos sempre dedicados para seguir garantindo o acesso dos alunos à educação de qualidade”, finaliza Carla.


Galerias de fotos vinculadas com esta notícia